quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Pilates - Reformer Universal


Histórico
O Reformer Universal é também composto por molas, alças e tiras de couro, além de diversos acessórios. Foi idealizado como um carro que corre sobre rodas em uma plataforma de alumínio ou madeira. A resistência das molas pode ser alterada, diminuído-se ou aumentando-se a potência, de acordo com a capacidade do praticante ou mesmo o tipo de movimento.
Descrição do Aparelho
1 - Revestimento:
O ideal é o Curvim Náutico por ser Lavável com maior durabilidade, que possibilita maior resistência à umidade (transpiração).
Outro tipo de revestimento que é utilizado é o EVA tipo exportação, adequando conforme atual exigência da Comunidade Européia.
Os estofados podem ser revestidos por cores para compor uma agradável composição nos mais variados ambientes, possibilitando a valorização do ambiente de Pilates.

2 - Molas:
A Comissão científica da ABP esta pesquisando a biomecânica das molas. O estudo será proposto aos profissionais para permitir maior segurança. As molas são disponíveis numa escala de resistência e comprimentos apropriados para a adequada prática do método Pilates. Geralmente são referidas como:
- 5 molas disponíveis em uma escala de resistência:
- 1 par Amarela = resistência ultra fraca
- 2 par Azul = baixa resistência
- 2 pares Verde (2) = alta resistência

Padrão personalizado:
O profissional poderá alterar a tensão e resistência (cor) das molas e solicitar ao fabricante de acordo com sua necessidade.

3 - Barra de molas:
Geralmente são disponibilizados ajustes para 2 a 3 distâncias ampliando a dinâmica dos exercícios:
Nível 1 menor resistência.
Nível 2 maior resistência
Nível 3 super resistência

4 - Barra de pés:
Possui quatro posições diferentes possibilitando a correta aplicação dos mais diversos exercícios do método Pilates, de forma segura e confortável em pessoas de diversas estaturas, podendo ser facilmente regulado.

5 - Limitador do carrinho:
Variando a fabricação, é projetado com duas a seis opções de ajustes para adequar o exercício à estatura do aluno, possibilita a utilização conforme a necessidade de cada aluno de modo a controlar a limitação angular dos movimentos.

6 - Suporte para cabeça:
Desenvolvido com regulagens que devem ser utilizadas de acordo com a curvatura da coluna cervical assim tornando-se mais confortável e cômodo para o aluno enquanto realizado o movimento.

7 - Mordedor de Cordas:
Alguns mordedores de cordas provocam a eventual soltura da corda, podendo ocorrer acidentes indesejados com os alunos. Opte por mordedores com ajustes que não permitem a soltura. Atualmente são encontrados no mercado alguns reformers com este avanço tecnológico, contam com moderadores exclusivos, "Pull Tigth" que não soltam as cordas, proporcionando total segurança e evitando indesejáveis acidentes com os alunos.

8 - Cordas:
As cordas devem ser apropriadas para o Reformer, proporcionando realizar movimentos fluídos e com maior leveza, podendo ser reajustadas junto aos moderadores de acordo com a estatura do aluno ou com a necessidade do exercício, podendo assim ficar mais curtas ou compridas.

9 - Barra das roldanas:
Geralmente possui regulagens de altura permitindo a correta angulação, objetivando a adequada dinamicidade dos exercícios pretendidos, desta forma, a potencia muscular é otimizada, devem ser ajustadas de acordo com o exercício realizado e a estatura do aluno.

10 - Prancha de salto:
Procurar as que se encaixam perfeitamente na base do Reformer, que não permita a vibração, A prancha é utilizada na base do reformer, quando se está realizando exercícios de salto e aterrissagem.

11 - Prancha de salto sem impacto:
Especialmente desenvolvido, semelhante ao sistema de cama elástica, encaixa-se perfeitamente na base do Reformer, não vibra, utilizado na base do reformer, quando se está realizando exercícios de salto e aterrissagem com finalidade de não causar impacto, protegendo articulações.

12 - Caixas do reformer:
As caixas são acessórios com diferentes medidas para adequar confortavelmente os alunos em cima do carrinho do reformer com finalidade de executar determinados exercícios.

13- Carrinho do Reformer:
Procure por os carrinhos com mecanismo com rodas e rolamentos apropriados objetivando proporcionar movimentos com maior fluidez e leveza.

14- Estrutura do Reformer:
O Reformer quando utilizado está em constante torção, se não for bem projetado e construído pode sofrer dilatações indesejadas, podendo ter rachaduras ou mesmo a quebra do aparelho. Procurar aparelhos que possuem encaixes projetados com reforços para suportar as torções e resistir às dilatações, proporcionando maior vida útil, já que alguns fabricantes de aparelhos de pilates constroem os mesmos para a vida inteira.
Regras de segurança
· Nunca manipular as molas com o carrinho afastado
· Nunca deixar o carrinho sem nenhuma mola conectada a barra de molas
· Orientar o aluno a voltar o carrinho à posição inicial ( até que as molas estejam totalmente encurtadas) para sair do aparelho
· Não deixar que as cordas fiquem no caminho do carrinho de forma que possam atrapalhar seu deslizar

Nenhum comentário:

Postar um comentário